Usando o Teleprompter

Ricardo Pizzotti

O teleprompter, comumente chamado de prompter ou simplesmente TP, é um aparelho que mostra ao apresentador o texto que deve ser lido. Utilizado em estúdios, pode ser acoplado tanto a um suporte quanto a um tripé profissional.


Um vidro especial colocado na frente da lente da câmera reflete os textos exibidos em um monitor, gerados por computador ou por outro meio. Esse monitor geralmente é monocromático.


Por meio do computador ou de outro equipamento periférico, o operador altera a velocidade de exibição do texto e acompanha a leitura. Alguns modelos podem ser operados pelo próprio apresentador, por meio de um pedal.
Para melhor visualização, o texto geralmente é exibido em letras brancas sobre fundo preto, ou em letras pretas sobre fundo branco.


Além da notícia, o teleprompter exibe outras informações para o apresentador, como pausa para a entrada de matérias gravadas ou mudança de câmera, por exemplo.


Palavras estrangeiras ou nomes difíceis de ler são escritos da maneira como devem ser pronunciados.

Para Luiza Carravetta, professora de telejornalismo da universidade Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo (RS), a utilização do teleprompter depende do tipo de jornalismo que uma emissora deseja fazer: “Em emissoras dos Estados Unidos, por exemplo, o tom de telejornais é outro. Os apresentadores não usam TP, e isso faz com que eles conversem com o telespectador”. Luiza lembra ainda que é necessário um preparo diferente do locutor: “É preciso trabalhar a oralidade, a linguagem corporal, organizar o pensamento. É muito mais difícil não usar o TP do que usá-lo como apoio”.

Lendo o teleprompter

  • O locutor noticiarista deve olhar para o teleprompter naturalmente, e é ele quem deve ditar o ritmo de leitura. O operador movimenta o texto do teleprompter conforme a velocidade de leitura; por isso, o locutor pode ler sem pressa, com calma e tranquilidade. Se o locutor apressar a leitura, o operador deverá acompanhá-lo acelerando a velocidade da projeção. Consequentemente, é provável que o locutor aumente ainda mais a velocidade da leitura para acompanhar o texto. Esse círculo vicioso pode prejudicar a apresentação. 

 

  • O teleprompter é uma ferramenta útil, mas o locutor deve ser capaz de se comunicar sem ele. É aconselhável ler algumas vezes o texto em voz alta antes de lê-lo no teleprompter. Deve-se verificar o quanto é possível lembrar caso o teleprompter quebre ou passe rápido demais. Se já conhece bem seu texto, então o locutor noticiarista poderá driblar qualquer problema que venha a acontecer com o equipamento.

 

  • O teleprompter deve ser usado apenas como um guia. As palavras não devem ser lidas exatamente como estão escritas, pois às vezes uma palavra é cortada pela metade, quando não entra em uma única linha. Palavras estrangeiras ou de difícil pronúncia são escritas como devem ser lidas. Saiba mais

Curso de produção de vídeo
Produção e direção de televisão e vídeo
Produção de programas de rádio
Produção de programas de rádio
Formatos do rádio AM
Formatos do rádio AM
Técnicas de locução
Técnicas de locução
Prática da locução
Prática da locução
Mostrar Mais
slide1.png

2017 - 2020 © Ricardo Pizzotti