O mundo das lâmpadas

As lâmpadas e suas variações

Ricardo Pizzotti

O mundo das lâmpadas e suas variações é muito extenso, por isso descrevemos a seguir somente os principais tipos.


Incandescente


Tipo de lâmpada utilizada em residências. A de uso doméstico tem cerca de 2.900 K. Já as lâmpadas incandescentes profissionais, conhecidas como photoflood, têm a temperatura mais baixa. Esse tipo de lâmpada costuma ser mais barata, mas tem a desvantagem de não durar muito.


As lâmpadas incandescentes de vácuo têm uma temperatura de cor entre os 2.300 K e os 2.700 K, as lâmpadas com gás inerte podem chegar aos 3.000 K. 
A temperatura de cor varia consoante o tipo de filamento, a forma, comprimento e a quantidade de corrente elétrica que passa através dele.


Halógenas


Trata-se de uma lâmpada incandescente com filamento de tungstênio. Normalmente, têm uma temperatura de cor próxima à da lâmpada incandescente, entre 2.800 K e 3.100 K, uma vez que utilizam o mesmo princípio de operação.
 Possuem luz brilhante, que possibilita realçar as cores e os objetos com eficiência energética maior do que a das lâmpadas incandescentes comuns.


Outro aspecto importante das halógenas é sua diversidade de formatos, permitindo aplicações mais distintas e diferenciadas do que as incandescentes comuns. Encontram-se disponíveis em formato palito (duplo contato), refletor parabólico (PAR), dicroico (a cápsula está alojada em um refletor dicroico), em refletor de alumínio (ALR111) e cápsulas (supercompactas).


As vantagens das lâmpadas de halogênio são o fluxo luminoso e a temperatura de cor constante durante o período de vida, maior eficiência luminosa, mais tempo de duração, luz um pouco menos amarelada que as incandescentes comuns e pequena dimensão.


Dual ended (D/E)
Nomenclatura dada ao tipo de encaixe da base de uma lâmpada. Dual ended significa base bilateral.

Aprenda tudo sobre direção e produção de televisão e vídeo

Hidrargyrum Medium Arch-Lenght Iodide (HMI)
Lâmpada do tipo descarga de alta pressão pertencente a um grupo denominado High Intensity Discharge (HID). Produz intensa luz branca, cuja temperatura de cor assemelha-se bastante à da luz do dia (em torno de 5.500 K a 6.000 K). As lâmpadas HMI produzem quase três vezes mais luz do que as lâmpadas de halogênio para a mesma potência. 


As lâmpadas HMI e as suas variações HSR, MSR, HSD, HTI, HMP são as mais usadas em espetáculos.


Arco voltaico de carbono
Usada em grandes produções para simular a luz do dia ou para iluminar grandes áreas. Por causa de suas especificidades, somente um eletricista treinado deve manuseá-lo.


PAR
Lâmpadas com um refletor parabólico embutido. O refletor, a lâmpada e a lente formam uma peça única, compacta.


Haleto metálico
Esse tipo de lâmpada produz uma luz muito branca. Trata-se de uma variante das lâmpadas de mercúrio de alta pressão, com a adição de haletos metálicos. A temperatura de cor é 3.900 K.
Xenônio
Tais lâmpadas contêm xenon a alta pressão, substituindo os aletos metálicos. A reprodução das cores é perfeita, pois o espectro é muito semelhante à luz do dia.

 

Quartzo
O mesmo que lâmpadas halógenas.

 

High Intensity Discharge (HID) 
São lâmpadas de descarga, assim como as fluorescentes. No entanto, ao contrário destas, o arco voltaico gerado nas mesmas gera muito mais luz, calor e pressão no interior da lâmpada. São exemplos deste tipo de lâmpada as de vapor de mercúrio, as de vapor de sódio, as HMI e as de xenônio.

Led - Light Emitting Diode

O LED - Díodo Emissor de Luz (Light Emitem Diode) - é um componente eletrônico semicondutor que tem a propriedade de transformar energia elétrica em luz.  Emite uma luz de 5600K devido a não presença de infravermelho no feixe luminoso. Sua luz fria é caracterizada pela cor branca, capaz de reproduzir todas as cores de uma cena. 

 

O LED tem inúmeras vantagens sobre outros tipos de iluminação:


- Vida útil de 35.000 a 100.000 horas maior do que as lâmpadas fluorescentes e incandescentes reduzindo os custos com manutenção;                                         - Não representa perigo para o instalador devido à baixa voltagem de operação;                    
- Não emite radiação infravermelha, fazendo com que o feixe luminoso seja frio reduzindo os custos de resfriamento do estúdio;                                                

 

- Utiliza tecnologia de estado sólido, sem filamentos, vidros, etc., aumentando a resistência a impactos e vibrações;                                                                    

 

- Possibilita um ajuste perfeito da temperatura de cor desejada com um espectro variado de cores, incluindo várias tonalidades de branco;                                    

 

- Tem acionamento instantâneo, mesmo em temperaturas baixas permitindo rápido acendimento e apagamento possibilitando o efeito “flash”, sem detrimento da vida útil;

- Emite comprimento de onda monocromático, que significa emissão de luz na cor certa;  

   
- Não emite luz ultravioleta, sendo ideal para aplicações onde este tipo de radiação é indesejado como, por exemplo, na gravação de pinturas e obras de arte.  

2017 - 2020 © Ricardo Pizzotti