Formatos do rádio AM

Ricardo Pizzotti

Falar de AM requer uma análise profunda do rádio, de seu papel social, de seus principais comunicadores e de um formato que prioriza o contato com o ouvinte e as habilidades de comunicação do locutor.


Fazer AM é muito mais difícil que fazer FM. Requer total concentração do locutor na sua comunicação e, acima de tudo, utilização precisa das técnicas de locução aliadas à espontaneidade e naturalidade que só podem ser adquiridas com o tempo. 


Os comunicadores de AM são, em geral, amplamente conhecidos e reconhecidos por seu público. Seus programas geralmente fazem referência aos seus nomes, e as pessoas costumam se referir a eles dizendo algo como “vou ouvir o programa do Paulinho Boa Pessoa”, “do Eli Côrrea”, “do Cícero Augusto” e assim por diante. 

 

Nesse formato de rádio, o locutor (ou comunicador, como também é chamado) é o principal elemento da programação, e todos os quadros, músicas, vinhetas e outros elementos são apenas coadjuvantes. Exatamente por isso, o carisma e a proximidade com o ouvinte são essenciais. Os comunicadores de AM são eternos amigos, companheiros e confidentes de seus ouvintes.

 

Como o público de AM é fiel ao comunicador, os anúncios de produtos também costumam estar vinculados ao seu nome. É comum que, quando um comunicador muda de emissora, ele leve consigo os ouvintes e, consequentemente, os anunciantes. Assim sendo, também é justo que o locutor de AM ganhe comissão sobre os anúncios veiculados em seus horários e, principalmente, na realização de testemunhais, pois sua credibilidade é certeza de venda. A responsabilidade sobre os produtos que anuncia é grande. Se, em um testemunhal, o comunicador fala positivamente sobre um produto e seus ouvintes ficam insatisfeitos com a compra, a confiança no locutor pode ser abalada, gerando prejuízos para o seu nome e sua carreira. 


Os formatos descritos a seguir podem ser encontrados em conjunto ou separadamente em um único programa ou emissora, embora algumas rádios caracterizem-se por utilizar apenas um deles.


Notícias: dada a seriedade com que o rádio AM é formatado, os programas de notícias possuem altos índices de audiência, e seus comunicadores são reconhecidos pela credibilidade e por suas características vocais (normalmente graves). Algumas emissoras de AM optam pelo formato “All News”, em que toda a programação concentra-se em noticiários rotativos que são atualizados com frequência, como é o caso da Rede CBN.


Esportes: o esporte é, sem dúvida, uma das maiores tradições do rádio AM. Os programas esportivos possuem público cativo e fiel, e as transmissões de futebol são acompanhadas quase em sua totalidade no AM. Com a característica de informar e emocionar, esse tipo de programa é ouvido até mesmo dentro dos próprios estádios, onde muitos torcedores assistem ao jogo das arquibancadas com um rádio de pilha colado ao ouvido. Os investimentos de patrocínio nesse segmento são os maiores do rádio brasileiro.


Prestação de serviços: o rádio AM volta-se muito para o seu papel social, informando sobre as condições de trânsito em grandes cidades, cobrando ações efetivas das prefeituras, atendendo a solicitações dos cidadãos, ajudando pessoas especiais, tornando-se um canal de comunicação da população, auxiliando as autoridades em situações de calamidade pública e atuando em praticamente todas as ações que caracterizem prestação de serviços. 


Entretenimento: a qualidade sonora do rádio AM fez com que os programas de entretenimento não se voltassem exclusivamente à execução de músicas. Realização de jogos, brincadeiras, entrevistas, quadros com histórias populares, crônicas, informações sobre o mundo artístico, etc., fazem parte do entretenimento no rádio AM.


Religioso: o rádio AM tem sido usado como ferramenta de propagação da fé. Embora, em alguns casos, o proselitismo reine de maneira absoluta, muitos programas de AM procuram auxiliar os ouvintes na busca por uma vida melhor, por meio de conscientização, conselhos e de outros, temas além da própria religião. Vale destacar que, na cidade de São Paulo, o líder isolado de audiência é o programa do padre Marcelo Rossi, na Rádio Globo, que chega a ter cinco vezes mais ouvintes do que o segundo colocado no horário.

Curso de locução de rádio
Lançamento
Locução de rádio
saiba mais >

Nota
Um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff autorizou as emissoras de rádio que operam na faixa AM a migrarem para a faixa FM. Essa medida vai permitir a melhoria da qualidade do sinal dessas rádios, mas não vai alterar os formatos dos programas.

2017 - 2020 © Ricardo Pizzotti